Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata
Índice




Com o sistema previamente configurado através das Configurações Iniciais para Emissão de CT-e, clique no botão "Emissão de CT-e" da Barra de Favoritos e selecione o item "Emissão de CT-e OS".

Esta opção também está disponível no menu Operações | Emissão de CT-e | Emissão de CT-e OS Rodoviário.




Parte 1 - Identificação


Na tela de Emissão de CT-e Rodoviário de Outros Serviços, clique no botão "Incluir". Esta opção também está disponível no item correspondente do Menu da tela.

 Ao clicar no botão "Incluir", os campos "Série" e "Data/Hora de Emissão" são preenchidos automaticamente.



Na aba Parte 1 - Identificação, quadro Pagador do Frete, clique na lupa do campo "Código" para localizar o Pagador ou, caso seja necessário cadastrá-lo, clique no botão de adição.

 No quadro Informações da Prestação, clique na primeira lupa do campo "Local de Coleta / Origem" e informe a Cidade onde será feita a Coleta. Realize o mesmo procedimento para o campo "Local de Entrega / Destino".



No campo "UF's do Percurso", informe os Estados pelos quais o Veículo vai passar. Clique no botão de indicação de continuidade "(...)" para exibir o Mapa do Brasil e verificar se há algum Estado entre a Origem e o Destino para ser selecionado.


Quando houver mais de um percurso possível, confirme com o responsável qual será realizado. (piscar o olho)



Selecione o Código Fiscal de Operações e Prestações (CFOP) de acordo com a orientação repassada pelo responsável contábil da sua Empresa, levando em consideração as seguintes informações:

→ CFOP's iniciados com o número 5 referem-se a transportes Estaduais;

→ CFOP's iniciados com o número 6 referem-se a transportes Interestaduais;

→ CFOP's iniciados com o número 7 referem-se a transportes Internacionais.

Verifique se a informação do campo "Tipo de Serviço" está de acordo com o serviço prestado e confira se os demais campos foram preenchidos corretamente antes de prosseguir para a próxima aba.




Parte 2 - Informações do Serviço


Acesse a aba Parte 2 - Informações do Serviço e, no quadro Serviço Prestado, informe qual é o Serviço realizado pela Empresa. Localize-o através da lupa do campo "Código" ou, caso o mesmo não esteja cadastrado, clique no botão de adição para cadastrá-lo.

 Na tela de Cadastro de Serviços, preencha o campo "Descrição", informe o tipo da Unidade de Cobrança / Pagamento e configure os demais campos necessários, confirmando o cadastro em seguida.




Ainda nesta aba, é possível informar o Número de Passageiros (quando o Tipo de Serviço for "Transporte de Pessoas") ou o Número de Volumes / Malotes (quando o Tipo de Serviço for "Excesso de Bagagem"), os Dados do Seguro, as Informações do Veículo e do Fretamento.

 As informações relativas ao Fretamento (se Eventual ou Contínuo) são de preenchimento obrigatório quando o Tipo de Serviço for "Transporte de Pessoas".


Recomendamos a confirmação com os responsáveis pela contabilidade da sua Empresa a necessidade de informar os demais dados, de acordo com a legislação vigente em seu Estado.





Parte 3 - Cálculo do Frete


Nesta etapa, é apresentado como realizar o Cálculo do Frete através da aba Parte 3 - Cálculo do Frete.

Solicitamos que, em caso de utilização de Alíquotas, estas sejam confirmadas previamente com o setor contábil da sua Empresa. (piscar o olho)


No quadro Taxas que compõem o cálculo do ICMS, insira o valor cobrado pelo frete no campo "Frete Valor". Na sub-aba ICMS, habilite o item "CST" e selecione o Código da Situação Tributária para o CT-e Rodoviário OS.

 Se for necessário, preencha também o campo "Alíquota" para que seja realizado o Cálculo do ICMS.

Caso precise incluir uma informação adicional, preencha-a no campo correspondente do quadro Observações. Após finalizar o preenchimento dos campos que devem compor o valor final do frete, clique no botão "Calcular".


Os CST's que não permitem a inserção de uma Alíquota são: 40 - ICMS isenção41 - ICMS não tributado, 51 - ICMS Diferido e 90 - Simples Nacional.

Importante: ressaltamos que estas informações devem ser verificadas primeiramente com os responsáveis pela contabilidade da sua Empresa antes de efetuar o preenchimento no CT-e.





Finalização do Conhecimento


Confirme o lançamento assim que realizar a conferência dos dados e tiver certeza que está tudo certo.


Ao clicar em "Confirmar", é exibida a tela de Finalização do Conhecimento, apresentando a Série definida nas configurações do sistema e o Número do Documento (na primeira emissão realizada, este campo virá preenchido automaticamente com a numeração "1"). Caso seja a primeira emissão eletrônica realizada pela Empresa, clique em "Confirmar".

 Se a Empresa já efetuava as emissões eletrônicas em outro sistema, deve dar continuidade na numeração que vinha utilizando.

Para alterar esta numeração, marque o item "Número do Documento", preencha-o no campo correspondente de acordo com a numeração da sequência e confirme a operação.




Ao finalizá-lo, o sistema perguntará se o usuário deseja gerar o CT-e. Caso escolha a opção "Não", ele poderá ser gerado posteriormente através da opção "Gerar/Enviar" do botão "CT-e".

→ Após gerar o Conhecimento, se todos os dados estiverem corretos e o CT-e não for Rejeitado, a SEFAZ retornará um dos códigos a seguir:


100 - Autorizado o Uso do CT-e: esta mensagem indica que o CT-e foi autorizado pela SEFAZ.

Após esta autorização, é possível imprimir o DACTE (Documento Auxiliar de Conhecimento de Transporte Eletrônico).


110 - Uso Denegado: caso o Emitente não esteja mais autorizado a emitir CT-e ou haja alguma pendência/irregularidade na SEFAZ relacionada aos participantes.

O CT-e com Uso Denegado não pode ser utilizado, cancelado ou inutilizado.


Para visualizar ou localizar os Conhecimentos emitidos pelo sistema, clique no botão "Localizar" da tela de Emissão de CT-e Rodoviário de Outros Serviços, abrindo assim a tela de Localização de CT-e de Outros Serviços, onde podem ser realizadas as consultas com base nos filtros disponíveis.





  • No labels
Write a comment…